Casamento e Agilidade

Não, você não leu errado, esse post é realmente sobre casamento, e não estou falando de casar frameworks, metodologias e coisas do tipo, estou falando daquele casamento com noiva, noivo, igreja, aquele que a maioria dos homens, como eu, morrem de medo.

A motivação para esse post surgiu após eu ter twitado a seguinte frase “Ano passado ganhei um Grill da patroa, esse ano foi uma cafeteira! Será que ela está querendo mobiliar meu AP? #Medo #Casório 🙂”. Depois disso eu comecei a receber comentários no facebook de amigas e “amigos” a apoiando, dizendo que já passou da hora, dando dicas presentes futuros, etc. Imaginem a minha situação? Eu precisava provar não só para a patroa como a todas as amigas e “amigos” que casamento é coisa do passado e que estamos descobrindo melhores maneiras de construir um relacionamento!

Mulher? Tem algo mais complexo que mulher? E o casamento então? O número de incertezas é gigantesco, nós nunca sabemos o que as mulheres querem, logo o escopo é totalmente desconhecido, temos que gerenciar expectativas o tempo todo, afinal elas estão sempre esperando mais do que podemos oferecer, isso sem falar na transparência e adaptação constantes que é necessário para termos uma relação saudável.

Meu amigo, eu só conheço uma coisa capaz de lidar com um problema desse tipo e definitivamente não é o casamento.

Casamento é igual Waterfall, funcionou no passado quando as coisas eram mais simples. Tínhamos um padre (Gerente de Projetos), sem nenhum envolvimento com os noivos (comprometido com o time), falava meia dúzia de palavras para colocar medo no time (até que a morte os separem) e ia embora achando que o projeto ia dar certo. Se compararmos o Chaos Report com o índice de divórcios no mundo, os números devem ser bem parecidos.

Tá na cara que aplicar Casamento na relação não funciona, temos que ir para uma abordagem ágil, sem burocracia, com autogerenciamento, sem interferências externas e para isso nós precisamos buscar os valores e princípios da agilidade. Vamos recorrer à bíblia dos agilistas, vamos olhar o Manifesto Ágil.

O Manifesto Ágil aplicado ao casamento

Individuals and interactions over processes and tools

Esse valor deixa muito claro que pessoas e a interação entre elas (sexo) é muito mais importante que processos (metodologias de casamento como civil / religioso) e ferramentas (vestidos de noiva, decoração, festa, etc).

Alguém duvida?

Working software over comprehensive documentation

Esse tá na cara: Assim que o seu software (é melhor ele seja um hardware) parar de funcionar, você vai levar um pé na bunda e nenhuma documentação vai te salvar. Então amigão, pode esquecer toda aquela documentação extensa como certidão de casamento, cartinhas de amor, depoimentos no Orkut e outros tipos de documentações inúteis. O que realmente importa é o soft(hard)ware funcionando o tempo todo. E lembre-se de não deixar o sistema cair. Se algum bug for detectado, vá à farmácia mais próxima, peça um Service Pack Azul e coloque o sistema no ar novamente.

Se alguma mulher falar que não é bem assim, está mentindo!

Customer collaboration over contract negotiation

Eu sei, eu sei, colaborar com mulher é complicado: “Amor, vamos visitar o meu pai”, “Amor, vamos ver o show da Rita Lee”, “Ai, não acredito que você vai me deixar sozinha pra ir jogar futebol com os seus amigos”. Enfim, é muuuito chato paparicar mulher, mas como o manifesto é a nossa bíblia, temos que entender que é melhor colaborar algumas vezes do que assinar aquele contrato de escopo fechado chamado Certidão de Casamento, aonde o escopo vai te transformar numa múmia e que contém cláusulas de quebra que normalmente te causam um baita prejuízo.

Acho que peguei pesado aqui, mas que tem um fundo de verdade, tem!

Responding to change over following a plan

O que vocês preferem? Ter uma vida mais dinâmica ou seguir um plano? Muitos podem falar que seguir um plano dá mais segurança, porém o problema começa a aparecer quando esse plano começa a te levar pra longe dos seus objetivos e muitas vezes você está tão cego seguindo o plano que não percebe que está ficando cada vez mais longe do que realmente busca.

Há ainda os que percebem que o plano está atrapalhando, mas se conformam em continuar com ele, pois a mudança geraria muita dor de cabeça, a burocracia é gigante e por aí vai.

Ahhh, apenas para a sua informação: agora eu estou falando de projetos de software tradicionais e não de casamento, ok? Realidades parecidas, não?

Bom, não posso falar do casamento, mas posso dizer que praticamente todas as pessoas que conheço que escolheram ter uma vida mais dinâmica do que seguir um plano cegamente, estão mais felizes que antes. E você, o que prefere?

E agora? Você ainda acha que casamento é uma boa para o relacionamento? Eu provei acima baseado em teoria, princípios, valores e relatos que casamento não funciona no mundo atual. Que tal considerar implantar agilidade no seu relacionamento? Se você não concorda comigo, apresente-me cases que mostram um casamento que não estourou o orçamento, atendeu todos os requisitos dos stakeholders e que teve zero de turnover 🙂

Espero que vocês tenham gostado desta “brincadeira” e que possam descontrair um pouco neste final de ano que foi tão agitado para todos nós!

Um Feliz Natal e um 2011 cheio de realizações para todos nós,
André Dias

  • http://twitter.com/thiagobortot Thiago Chagas

    Q blz hein!!? Ótima análise! Eu achava q eu tinha um problema psicológico ao fazer analogias tecnológicas, metodológicas e lógicas da vida real e conjugal. Agora vou fazer sempre… hehehe valeu!

  • Anônimo

    Poxa muito legal, eu que não sou casado (ainda), acho que vou adotar a sua metodologia ehheheh. Aliás, foi muito bom para descontrair, fez muito bem nesse fim de ano.

  • http://twitter.com/luisbebop luisbebop

    Por isso q eu namoro há 9 anos, e pretendo namorar por mais 100 ^ 10 anos.

  • Pingback: Tweets that mention Casamento e Agilidade | Blog Lambda3 -- Topsy.com()

  • http://twitter.com/larafrei Lara Frei

    Conversaremos a respeito mais tarde..kkkkk… Isso me causou um certo desconforto rs…. Estou tendo uma epifania… kkkkkkkk

  • http://www.egomesbrandao.net Brandão

    Sempre pensei dessa maneira, é melhor um anel ou a sinceridade? Melhor uma certidão ou o comprometimento?
    Sempre vai ser melhor em um projeto, trabalho,

  • http://www.egomesbrandao.net Brandão

    Sempre pensei dessa maneira, é melhor um anel ou a sinceridade? Melhor uma certidão ou o comprometimento?
    Sempre vai ser melhor em um projeto, trabalho, grupo social termos o compromentimento das pessoas aos invés da obrigatoriedade. O ser humano sempre vai se recusar quando for obrigado a algo. Isso sobre o casamento como um projeto de vida total.
    Porém, casamento cerimônia, é um ritual de passagem, assim como temos uma Planning Meeting, a cerimônia vai marcar a visão de vários sprints que virão na vida do casal. E por isso eles chamam os amigos para comemorar… Não se esqueça disso, OK?

  • http://twitter.com/taylsonmartinez Taylson Martinez

    Cara muito show seu post ! grande abraço ! Casamento e Agilidade http://bit.ly/h0bO3J #lambda3 @andrediasbr

  • Leandro Alvares da Costa

    heauiheauiheuah muito boa! 🙂

  • http://twitter.com/nosborcastilho Robson Castilho

    Muito bom.
    Só a sua PATROA que não deve ter gostado muito.

    Bom, só tenho uma coisa a te dizer (e creio que vc ja sabe disso): ESTE POST NEM NADA FARÁ ELA DESISTIR DA IDEIA!

    Boa sorte! kkkk
    []s

  • http://blog.lambda3.com.br/L3/giovannibassi/ Giovanni Bassi

    É isso aí, adaptação sempre.
    E concordo com o Brandão sobre o ritual de passagem. Só não precisa ser uma cerimonia de casamento, né?

    • http://www.facebook.com/profile.php?id=100000258762707 Monalisa Daniela Pereira

      Eu particularmente acho que precisa!!!!!!!!!
      Eu acho que o amor deve ser celebrado!!!!

  • http://pulse.yahoo.com/_NQ53YSNHU4RAKHBYWU7XYQJY4A Aline

    Ahahaha só vc mesmo André pra fazer uma comparação dessas,mas até que vc tem razão!

  • Flávio Bras da Fonseca

    Oi André!

    Um 2011 cheio de saúde e sucesso pra ti também!
    Realmente vendo o casamento da forma que você falou é melhor não casar-se, porém, posso dizer com propriedade de quem está casado há 9 anos e namorou por 6.
    O grande sentido do casamento é o diálogo e tentar fazer o outro feliz.
    Isto exige muitas vezes mudar a forma como falamos e agimos. Exige maturidade.
    Como dizia São Francisco de Assis:
    “Pois é dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado, e é morrendo que se vive para a vida eterna….”
    Morrer a cada dia com o nosso egoísmo, individualismo, falta de amor, falta de diálogo, enfim, cultivar o relacionamento diariamente.
    E isto vai muito além do sexo, porque ao casar-se ou mesmo estar diariamente com uma pessoa, você perceberá que sexo não segura relacionamento algum, mas que se bem vivido faz toda a diferença. E os frutos são os filhos, uma grande alegria para aqueles que entendem sua missão de pais.
    Um abraço!

    Flávio
    Comunidade Católica Shalom

    • http://www.lambda3.com.br Lambda3

      Diálogo, Tentar fazer o outro feliz, adaptar a forma de falar e agir, tudo isso são coisas que pratico no dia a dia, tanto na vida pessoal quanto profissional, não preciso de casamento pra isso 😉

      Demais aspectos religiosos eu prefiro tratar por um outro canal. Esse post já ficou off-topic demais para uma simples brincadeira 🙂

      Abraços para aqueles que respeitam a diversidade.
      André Dias

  • Igor Musardo

    André, gostei do texto, mas creio que o seu conceito sobre casamento está muito preso as cerimônias, mas casamento é sim: vida a dois, morando juntos, construindo uma vida a dois com seriedade, e não baseada só em sexo.

    Inclusive a justiça já está avançada e atualizada, com a chamada: união estável! Então você não precisa passar pelas cerimônias para ter toda a burocracia quando for mudar de projeto meu querido! 😀

    Só pra constar estou casado à 7 anos, e passei pelas 2 cerimônias 😀 Mas eu e a minha esposa fizemos diferente, em uma chácara com o altar improvisado embaixo de uma árvore e um churrasco com cerveja gelada pros amigos!

  • Serhumana41

    Muita gente confunde paixão e tesão com amor e casa muito cedo.
    Não conhece o outro, apenas faz uma imagem do que seria perfeito pra si e alimenta a ilusão de que é real (efeito Matrix?)..
    Depois espalha que casamento nunca dá certo..
    Mas nenhum projeto efetivo, construído em cima de fracos alicerces, pode dar certo, não é mesmo?
    Comemorei Bodas de Prata (25 anos). Tenho 46 anos de idade e ele 49. Nos conhecemos quando eu tinha 16 e ele 19.
    Somos muito..muito amigos..
    Nenhuma paixão tórrida terá futuro como compromisso se não tiver por base um forte sentimento de amizade como base.
    Abrçs
    Ana

  • Martins_designer

    Se existem muitos divorcios é por causa de covardes egoístas e gente orgulhosa, que essa geração de mídia consumista de prazer está gerando.

    Casamento não é nunca será coisa do passado, quem pensa assim é por que ainda não sabe o que é ser adulto e não sabe o que é amar. E todos esses quando chegam a certa idade ainda querendo ser adolescentes, se vêem infelizes, fato.

    • http://www.facebook.com/profile.php?id=100000258762707 Monalisa Daniela Pereira

      Concordo plenamente!!!!!!!!!!