ALM Rangers – Relatório de Permissões do TFS

Ana, uma administradora de TFS, quer saber a quais recursos do TFS os usuários tem acesso, para identificar potenciais riscos de segurança”. Parece uma user story (ou requisito) bobo, algo tão simples que imaginamos que a ferramenta vai nos mostrar isso em no máximo 3 cliques.

Pois é, não é bem assim! Apesar de ser uma das solicitações mais comuns dos administradores, até hoje o TFS não oferece uma maneira fácil de obter essas informações. Aliás, não oferecia.

Em outubro do ano passado, submeti um projeto para o time dos ALM Rangers sugerindo tal funcionalidade. Esse projeto passou por votação, foi aprovado, foi desenvolvido (infelizmente não consegui participar do desenvolvimento por questões de agenda) e, finalmente, foi concluído.

Tenho o orgulho em anunciar o Extracting effective permissions from TFS Whitepaper and Samples. Ainda não é uma versão final, mas já dá uma boa ajuda.

report

Baixe o guia, rode a ferramenta, veja o seu relatório e, principalmente, forneça o seu feedback. Pode ser aqui neste blog ou mesmo na página oficial do produto.

Espero que gostem.

Abraços e até a próxima!
André Dias

Comunidade de ALM

Há algum tempo eu fiz um post sobre onde aprender ALM na faixa. O post dá dicas de livros, vídeos, artigos, guias e uma quantidade absurda de material para você aprender ALM de todas as maneiras. Mas e depois? Você já leu parte deste material, ficou com dúvidas ou quer compartilhar experiências, discutir e se aprofundar no assunto. Quais são os próximos passos?

Abaixo você encontrará algumas referências de pessoas, comunidades e alguns canais para você se engajar ainda mais com o tema ALM.

ALM MVPs e ALM Rangers

MVP e ALM Rangers são dois programas mantidos pela Microsoft. Enquanto o primeiro tem um foco em reconhecer profissionais por sua contribuição com a comunidade técnica, o segundo tem um foco um pouco diferente, onde o objetivo é reunir um grupo de especialistas em ALM ao redor do mundo para, junto com o time da produto da Microsoft, criar guias e ferramentas para preencher as lacunas dos produtos/mercado.


Quem são os Brasileiros que fazem parte destes programas e pode ajudá-lo?

Comunidades

Agora que você já sabe quem pode te ajudar. Que tal se envolver em uma ou mais comunidades para esclarecer dúvidas, compartilhar experiências e ficar sabendo o que anda rolando neste mercado?

Time de Produto

Vá além, não fique limitado ao conhecimento da sua comunidade local. Busque informações diretamente da fonte acompanhando os blogs de quem define o rumo dos produtos e da estratégia de ALM da Microsoft.

É bem provável que eu tenha deixado alguém, alguma comunidade ou algum blog muito relevante de fora. Então, desde já fica aqui as minhas desculpas por essa falha, e conto com a colaboração de todos para manter esse post o mais atualizado possível. Se você lembrou de alguma outra fonte, deixe um comentário que eu adiciono.

Abraços e até a próxima.
André Dias

Onde aprender ALM na faixa?

Próximo sábado, teremos mais uma edição do ALM Summit Brasil. Trata-se do maior evento de ALM do país, que nesta edição contará com 1 keynote do Product Manager do Visual Studio no Brasil, Rodrigo de Carvalho, além de mais de 30 palestras, open spaces e 21 palestrantes. Sem dúvida, um grande evento para você aprender ALM.

Mas e depois? Você foi ao evento, leu algum artigo ou ouviu em uma das minhas palestras que o mercado de ALM está bombando e pagando muito bem e ficou interessado em se aprofundar no assunto. Onde aprender mais sobre ALM? 

Aliás, essa é uma pergunta muito frequente, seja em faculdades, eventos técnicos, ou mesmo em clientes, sempre alguém me pergunta: “Tem algum curso? O que você recomenda para eu aprender ALM?”. E isso foi que me motivou a escrever esse post. Então vamos ao que interessa:

Máquinas Virtuais e Hands-On Labs

Antes de tudo, você vai precisar de um ambiente para praticar o que você já aprendeu ou quer aprender e a Microsoft é campeã nesse assunto. Existem não só uma, mas três máquinas virtuais totalmente gratuitas onde você baixá-las e praticar 100% da plataforma.

Assumindo que as práticas de ALM estão baseadas em 3 pilares, sendo Governança, Desenvolvimento e Operações, podemos dizer que temos uma máquina virtual para cada pilar e nelas é possível praticar gerenciamento de projetos ágeis, ferramentas de arquitetura, gerenciamento de código fonte, ferramentas para testadores, explorar um pouco do Project Server e System Center e muito mais.

Além disso, com cada máquina virtual, você baixará também uma série de Hands-On Labs que são roteiros guiando você passo-a-passo para conhecer e dominar cada funcionalidade da plataforma.

Ficou interessado? Acesse o blog do Brian Keller, prepare o seu HD e divirta-se.

Vídeos online

Se você sobreviver as diversas horas de práticas com as VMs do Keller, pode ser que você queira algo mais e aí meu amigo, tem muito, mas muito conteúdo disponível gratuitamente na Internet.

ALM Summit

Se você não tem problema com o inglês, recomendo ir direto a fonte. Acesse a página do ALM Summit no Channel9 e tenha acesso completo a todos os vídeos de todas as edições do evento, ou seja, 88 sessões cobrindo tudo e mais um pouco sobre ALM.

Visual Studio Summit

Prefere conteúdo em português? Sem problemas, ano passado tivemos o Visual Studio Summit 2012 onde todas as palestras foram gravadas e disponibilizadas. São 42 vídeos gravados em terras tupiniquins com bastante conteúdo sobre Visual Studio e ALM.

Microsoft Virtual Academy

No último Community Zone, ouvi do Fabio Hara que o Brasil é o maior gerador de conteúdo do MVA e ALM não poderia ficar de fora. Temos dois treinamentos focados na Introdução ao assunto. Não deixem de conferir:

Guia dos ALM Rangers

Cansou dos vídeos? Prefere documentos / guias? O time dos ALM Rangers tem uma série de guias para elevar ainda mais o seu conhecimento em ALM. 

Este Blog

Não dá pra deixar esse blog de fora. Muito conteúdo de ALM, papers, dicas de livros, ferramentas, além de treinamentos online gratuitos podem ser encontrados aqui. Não deixem de visitar as páginas Aprenda e Vídeos.

Quer mais?

Assine o feed deste blog, siga-me no twitter que tem muita novidade chegando. Em breve será lançado um MVA focado em certificação de TFS 2012, teremos também outros dois MVAs com foco em testes e TFS Service, além de uma série de eventos.

Quero manter esse post como uma referência para estudos de ALM free. Se você tem algum material que acha interessante e quer divulgá-lo aqui, deixe abaixo nos comentários.

Bom pessoal, é isso. Espero que vocês aproveitem bem todo esse material.

Bons estudos e até a próxima,
André Dias

Teched 2011 – Implantando Continuous Delivery com TFS

Pessoal, muito obrigado a todos que puderam participar da palestra DEV307 -Implantando Continuous Delivery com TFS, realizada por mim e pelo Igor Abade. Espero que vocês tenham gostado.

Segue abaixo os slides da palestra, além de alguns links importantes.

 

Até a próxima,
André Dias

Capacity Planning no TFS 2010

Uma dúvida muito frequente que as pessoas tem quando vão instalar o Team Foundation Server pela primeira vez é: "Que tipo de máquina eu preciso para instalar o TFS?". Na verdade, essa é apenas a primeira pergunta, pois logo em seguida vem uma enxurrada delas, as mais comuns são:

  1. Qual o número de usuários que uma instalação Single Server suporta?
  2. A partir de que momento vale a pena pensar em uma topologia dual-server ou multi-server?
  3. Qual o espaço necessário em disco para os servidores? Há requisitos de RAM e processador também?
  4. Posso colocar o Build Server junto com o Application Tier?
  5. Se eu utilizar o Build Server em uma máquina separada, posso usar um sistema operacional client?
  6. Se utilizar máquinas virtuais terei perda de performance?
  7. E o Proxy? Quando eu uso?

Obviamente não há uma resposta precisa para todas essas perguntas, vai depender muito de como os usuários utilizam o TFS, quais os componentes mais utilizados, entre eles Source Control, Web Access, Portal, Build Services, Work Item Tracking e por aí vai. Porém, para não ficarmos apenas no famoso "depende", gostaria de citar um guia, liberado recentemente pelos Rangers de Visual Studio ALM, que nos ajuda a responder grande parte destas perguntas.

Capacity Planning

O guia foi desenhado de uma forma bastante simples onde, em um único pôster, podemos mapear o nosso cenário e rapidamente identificar a topologia mais adequada a ele. Para baixá-lo acesse o Virtualization Guidance for Visual Studio 2010 que está disponível dentro do projeto VS2010 and TFS 2010 VM Factory no CodePlex.

Abraços
André Dias