Esta semana, a Microsoft liberou um hotsite específico para DevOps. Logo de cara podemos ver uma rápida explicação sobre o assunto, destacando que o termo é mais que tecnologia ou um conjunto de ferramentas, afirmando que é uma mentalidade que requer uma evolução cultural e que pessoas, processos e ferramentas podem tornar o ciclo de vida das aplicações mais rápidos e previsíveis.

Dev_ops590x590

Nada de novo, mas é interessante ver como a Microsoft está entregando a mensagem correta, abordando a origem do DevOps e sem empurrar ferramentas.

devops-book-ms

O hotsite traz ainda um paper da Forrester sobre infraestrutura como código (Infrastructure as Code) e disponibiliza um e-book com o título “From Agile to DevOps at Microsoft Developer Division”, que conta como a Divisão de Desenvolvimento da Microsoft, que entregava releases anuais de software on premisse, se tornou um provedor SaaS com continuous delivery em núvem publica. O livro cobre ainda as práticas de engenharia, ferramentas e culturas que a Microsoft precisou evoluir para se transformar para a segunda década da agilidade.

Por último, mas não menos importante, temos a disponibilização do DevOps Self Assessment, um questionário bem simples, com pouco mais de 20 perguntas, para você saber como está a maturidade do DevOps dentro da sua empresa, quais áreas podem ser melhoradas e, o principal, como você pode melhorá-las.

Assessment DevOps

Esteja preparado para responder questões sobre:

  • Production First Mindset
  • Backlog Groomed with Learning
  • Evidence Gathered in Production
  • Flow of Customer Value
  • Team Autonomy and Enterprise Alignment
  • Managing Technical Debt
  • Managing Infrastructure as a Flexible Resource

E ainda não acabou, lá no final do hotsite, bem no final mesmo, você pode ler um Estudo de Caso da Xerox e acessar um outro paper da Forrester sobre o Release Management.

Diversão garantida para consultores, empresas que querem adotar DevOps e entusiastas do assunto.

Abraços e até a próxima
André Dias