Na próxima semana, no período de 26 a 28 de Março, teremos a primeira edição do MVP Virtual Conference.

Trata-se de um evento organizado e realizado por MVPs, que contará com 9 trilhas e que terá como o seu grande diferencial o foco em cenários reais. Com isso, cada trilha abordará um determinado cenário, onde todas as palestras da trilha estarão conectadas de forma a apresentar uma solução completa para o cenário proposto.

Eu estarei coordenando, junto com o MVP Carlos dos Santos, a trilha de Gerenciamento de Projetos e Equipes de Desenvolvimento. Que contará com palestras de todos os MVPs de ALM do Brasil, além de outros convidados.

O cenário que será abordado na trilha é o seguinte: Uma empresa de médio porte está em franco crescimento, aproveitando oportunidades do mercado. Suas aplicações estão se tornando mais complexas e o time de desenvolvedores está crescendo. Nos últimos anos, a empresa tem sofrido com uma demanda crescente por suporte, devido constantes falhas no software em produção. A qualidade do software gerado pelos times é sofrível e essa percepção tem crescido no mercado. A empresa espera continuar crescendo, mas precisa corrigir e evitar novos problemas com a gestão de seu processo de desenvolvimento de software. Recentemente, a empresa ouviu falar sobre as novas tendências no desenvolvimento ágil e os benefícios da abordagem para Modern Apps.

E para resolver esse cenário, a grade abaixo foi definida:

Horário

Título

Descrição

Palestrante(s)

09:00-09:35

Como escolher a modelo ideal de TFS para sua empresa.

Veja nesta apresentação os modelos de implementação do TFS, qual o mais adequado para a sua empresa e quais as vantagens de cada modelo.

Carlos dos Santos (MVP)

09:40-10:15

Agile Project Management.

É cada vez mais cresce o número de projetos que estão adotando um modelo de gestão ágil baseado no framework do Scrum. Nessa sessão discutiremos como integrar a gestão de projeto ágil dentro do Team Foundation Server desde planejamento do Sprint, acompanhamento, Scrum Board, Burndown permitindo a integração em um ambiente de colaboração ágil integrando todas as informações contribuindo para maior eficiência e melhoria dos projetos desenvolvidos. Durante essa sessão vamos discutir como implementar um Sprint baseado no Scrum usando o Team Foundation Server organizando o backlog, Sprint Backlog, atividades, Velocity, Burndown, Forecast e como o Application Lifecycle Management pode contribuir com melhoria e agilidade no dia a dia dos projetos.

Ramon Durães (MVP)

10:15-10:50

PowerPoint Storyboarding and Feedback Client

A evolução da informática torna cada vez mais clara a necessidade dos desenvolvedores de software em atender bem os seus clientes. Clientes não são meros usuários, eles são pessoas, têm sentimentos e necessidades, e não vivem para operar um sistema. Clientes podem ter vários perfis, diferentes necessidades e usos para cada peça de software construída. E por mais óbvia que possa parecer esta observação, ainda não percebemos uma atenção real aos clientes e suas necessidades por parte da maioria das equipes de desenvolvimento. O PowerPoint Storyboarding e o Microsoft Feedback Client não resolvem o problema citado acima, mas partindo desta mudança de postura, podem ser excelentes ferramentas para melhorar a comunicação e facilitar o trabalho colaborativo entre os desenvolvedores de software e os seus clientes, ajudando a termos um bom início e um bom encerramento de um ciclo de desenvolvimento de uma aplicação.

Marcelo Azuma (MVP)

10:55-11:30

Estratégias de Branch & Merge utilizando o TFS 2012

Para otimizar a sua equipe no desenvolvimento de novas funcionalidades, acertos de bug e até mesmo desenvolver versões completamente renovadas as empresas acabam necessitando que tudo ocorra em paralelo, ou seja, melhorias, bugs e novas versões construídas simultaneamente.Como fazer para garantir que o código que vai para a produção é somente da funcionalidade desejada e não de tudo que está acontecendo no momento ? Para resolver esse problema devemos aplicar algumas estratégias de Branch & Merge, permitindo a segmentação e controle necessário para que você leve para produção somente o que realmente desejar e precisar.

Cláudio Leite (ALM Ranger)

13:00-13:35

Teste de Software: Manual sim, amador, jamais!

Você usa o Office como plataforma de Testes? Word para Casos de Testes, Excel para Gerenciamento de Bugs e Power Point para coletar evidências? São ótimas ferramentas, mas não foram criadas para isso. E como fica a rastreabilidade entre todos esses artefatos? Quantas horas, dias ou até mesmo meses você demora para fazer um teste de regressão? Aliás, o que eu devo testar nesta nova versão? Se você não está confortável para responder alguma dessas perguntas, essa palestra é para você. Nela, veremos como utilizar o Microsoft Test Manager para criar, gerenciar e executar Casos de Testes, além de ver na prática toda a rastreabilidade entre Requisitos, Código Fonte, Build, Casos de Testes e Bugs. Veremos também a novíssima funcionalidade de Testes Exploratórios e, por último, entenderemos como é possível fazer praticamente tudo isso sem nenhuma ferramenta instalada em seu computador. Isso mesmo, mostraremos a versão ainda beta do Web based Test Case Management.

André Dias (MVP)

15:40-14:15

Aferindo a qualidade do serviço com testes de desempenho

Concluir um sistema e garantir sua qualidade vai muito além de entregar o código-fonte pronto e alguns testes. Ainda que as regras de negócio estejam todas corretas, podemos dizer que um sistema realmente funciona se ele não atender às demandas de estabilidade, desempenho e responsividade dos usuários? Venha aprender como as ferramentas de teste de desempenho para aplicações Web do Visual Studio Ultimate pode ajuda-lo a criar e analisar testes de desempenho de aplicações Web.

Igor Abade (MVP)

14:15-14:50

Automatizando Builds com Team Foundation Server – Muito alem do “F5”

Para muitas pessoas gerar um Build de uma aplicação é baixar o código fonte na máquina de um desenvolvedor e compilar o código (o que não deixa de ser verdade :) ). Conheça a plataforma de Build do Microsoft Team Foundation Server 2012 e comece a enxergar um novo mundo, um mundo de praticidade, agilidade, deploy e integra continua. Transforme seu processo de publicação manual em poderosas automações com este recursos. Veremos um pouco sobre a estrutura de conceitos, servidores, integrações, validações e deploy de software com TFS 2012.

Adriano Bertucci (MVP)

14:55-15:30

Eliminando o cenário “no repro bug”

Veja como utilizar o IntelliTrace para coletar informações de debuging em ambientes de produção. Isso permite você entender o que aconteceu com a sua aplicação sem a necessidade de instalar Visual Studio ou ter que fazer qualquer tipo de mudança no ambiente da aplicação.

Marcio Sete (MVP)

15:30-16:45

Round Table

Nesta sessão, todos os palestrante se reunirão para responder as suas perguntas. Está com alguma dúvida? Traga para nós!

Palestrantes e Convidados

 

Ficou interessado? Aproveite e inscreva-se em http://mvpvirtualconference.azurewebsites.net/. É um evento 100% online e gratuito.

Nos vemos lá.

Abraços
André Dias